#Sundayreflections 2 – Por que eu escrevo?

Quando caí de pará-quedas no mundo dos blogs estava prestes a completar 30 e completamente perdida e sem o que esperar da nova idade, com uma vontade de contar pro mundo tudo que eu pensava, tinha vontade de falar mas não tinha voz.

Depois de algum tempo me voltei para minha paixão por esmaltes, por um tempo foi suficiente, escrever sobre esses vidrinhos coloridos que até um tempo atrás não eram tão coloridos assim, mas de repente tudo se tornou tão chato, vieram os problemas, as decepções do mundo real e aquela paixão foi embora, passei meses sem nem olhar pra cá.

Resolvi voltar, mas passava horas sentada aqui e tudo que saía era NADA, nem uma palavra.

Minha paixão pela leitura, pela escrita, por mim… tinha sumido, eu estava mais perdida do que o dia que cheguei aqui.

Então num processo lento de procura, encontrei pedacinhos de mim, pequenos pedaços que ando juntando. E a vontade aos poucos voltou, sem metas, sem compromisso; assim de leve.

Sento aqui e escrevo, sobre mim, sobre o mundo, sobre minhas paixões (ou não), sobre meus vidrinhos coloridos.

Aqui nesse pequeno espaço dessa rede imensa que é a Internet eu encontrei novamente minha voz, e vou escrevendo, para me motivar, me inspirar e quem sabe inspirar alguém do outro lado que passa pelo mesmo que eu.

E quando eu me encontrar por inteiro, terei um pequeno resgistro, um fragmento de toda minha jornada, meu caminho.

Assim enquanto eu tiver essa paixão que tanto procurei, continuarei por aqui a escrever, mesmo que não faça sentido para ninguém, pois faz sentido pra mim.

Beijokas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *