Que tal desapegar do que não lhe serve?

Sempre fui muito apegada as minhas coisas, minhas roupas então… não desapegava por nada.

Quando estourou o boom dos blogs de moda e looks do dia, minha meta era um dia ter um guarda roupas igual ao das blogueiras, abarrotado de roupas, e assim foi durante um tempo, tinha tanta roupa que elas mal cabiam no armário e nunca dei conta de usar todas, muitas passavam meses com a etiqueta ou então ganhava um pouquinho de peso (coisa recorrente nos últimos anos) e as coitadas ficavam lá guardadinhas na esperança de um dia voltarem a entrar em mim.

Tentei me inspirar no blog “Um Ano Sem Zara” pra ficar sem gastar e foi um desastre total. Eu não tinha digamos “Freio” comprava sem pensar no amanhã.

Mas eu mudei, e isso levou tempo… até que no meio do ano fiz uma limpa de acordo como contei aqui, e decidi tentar mais uma vez. Foi então que conheci o desafio do closet e resolvi tentar mais uma vez.

Para minha alegria já estou no quarto mês e não senti nem um pouco a falta de compras como rotina.

Apesar de já ter me livrado de muita coisa, ainda sobrou o suficiente para uma vida inteira.kkk

Então para começar bem o ano dei mais uma limpada nos armários e para minha surpresa saíram peças consideradas queridinhas, mas que no momento que estou vivendo não fazem mais parte do meu estilo.

Dessa vez saíram:

Duas Jaquetas – Uma preta e uma verde militar

Quatro Saias – Já não uso mais mini saias, então faz sentido mantê-las por perto.

Um Shorts – Esse estava esperando eu voltar a forma (desisti), mas tenho outros tão lindos que nem vai fazer falta.

Um Croped – Nunca usei na vida e não será agora que vou usar.

Claro que os sapatos também teve desapegos, como ganhei uma sandália dos desapegos da minha amiga, achei justo doar também para manter o equilibrio e o sentido dessa nova fase em minha vida.

São sapats que nunca usei, estavam guardados a nos esperando uma ocasião especial… as ocasiões vieram, foram e eles continuaram ali no cantinho esperando uma vez que nunca vinha.

Desculpe a foto de um pé só, mas essa eu tirei apenas para mostrar qual ia embora.

Confesso que não senti aquele aperto no peito que sempre sentia toda vez que precisava me desfazer de algo.

Dessa vez me senti leve, com a sensação de que alguém fará bom uso do que um dia me fez feliz.

Claro que ainda tenho para tirar do meu armário, mas vou fazendo aos pouco para não sentir necessidade de comprar tudo novamente e ficar lotada de coisas sem uso por aqui.

 

Beijokas.

One thought to “Que tal desapegar do que não lhe serve?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *