A Casa da vovó

Nada mais gostoso que casa de vó né

Já mostrei o sítio da minha avó por parte de mãe, hoje é a vez de falarmos da minha outra vózinha.

Tá vendo essa casinha pintada de azul e com um jardim todo verde na frente?

É a casa da outra Maria que inspirou o nome desse blog, uma outra senhoria que ultimamente anda demonstranto uma força enorme e uma vontade de viver que nunca vi na vida.

Fim de semana foi dia de visitar e dessa vez não pude deixar passar em branco, ou melhor em azul, essa linda fachada.

Nessa casa passei uma parte das minhas férias de infância, e também era o lugar em que ficava quando minha mãe precisava sair na época que morei nessa cidadezinha bem lúdica.

Acredito que ela é dessa cor muito antes de eu nascer, e durante as décadas recebeu mais e mais camadas desse azul único, forte e imponente.

Outra coisa que também chama atenção e atravessou o tempo intacta. é a escada de pisos picados, formando um mosaico único e lúdico, tipo o caminho da felicidade.

Dessa casinha tenho ótimas lembranças, inclusive do dia que meu irmão nasceu e uma pequena discussão se iniciou quanto ao nome dele, ainda bem que mamãe foi firme e vovó ajudou papai a perder a batalha.

Também não posso esquecer do vovô que me levava para comprar chocolates na venda (que ainda existe!!) escondido, pois eu quase sempre estava de castigo não podia comer bobagens.

Mas não tem como passear lá e não observar a placa ao lado do portão com os dizeres:

Deus Abençoe este Lar.

Acho que a prece é bem forte, já que os que moram lá são abençoados e vovó e vovô apesar das doenças da idade, estão bem lúcidos e aparentam viver mais um bom tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *